12.10.10

O ENGANADO PHILIP YANCEY FALA SOBRE HOMOSSEXUALISMO



Philip Yancey (nascido em 1949) é um escritor e jornalista cristão americano. Seus livros venderam mais de 14 milhões de cópias, desde a sua estréia em 1977 e são lidos em 25 idiomas pelo mundo todo. Mais de 600 dos seus artigos apareceram em 80 publicações diferentes, inclusive na Reader’s Digest, Publisher’s Weekly, National Wildlife, Saturday Evening Post, Christianity Today e The Reformed Journal. Seus livros ganharam onze medalhas de ouro da Evangelical Christian Publishers Association (ECPA), fazendo dele um dos mais vendidos autores evangélicos. Premiado duas vezes com o “Melhor Livro do Ano” pela ECPA, além de outros prêmios, Yancey colabora com a revista Christianity Today como editor associado.

Infelizmente, Philip Yancey tornou-se um falso profeta, um instrumento do inimigo para escravizar e desviar vidas do caminho do altíssimo. Quem bebe da fonte suja que Yancey oferece em seus livros certamente terá sérios problemas espirituais e, no final, se afastará de Deus. Por quê? Porque esse é o fim de todos aqueles que se acham mais espertos do que os autores da Bíblia a ponto de desfazer suas santas afirmações. Philip Yancey é exemplo do típico livre-pensador moderno herético que não se envergonha de colocar a sua opinião acima de tudo, inclusive das Escrituras. Com uma linguagem pseudo-intelectual cristã, sabe que o sucesso está à espera daqueles que souberem fazer uma ponte suave entre a Igreja e o mundo guiado por seus “sábios”. Yancey é sorvido por uma legião de cristãos, pouco críticos, que não querem ser transformados pelo poder de Deus, mas querem moldá-lo segundo os seus caprichos, desejando ardentemente serem justificados em seus vícios e terem seus desvios reconhecidos como normais. Veja como o que Yancey prega é radicalmente contrário à Cristo!

Philip Yancey deu uma surpreendente entrevista para Candace Chellew-Hodge (pastora "evangélica" lésbica), fundadora de Whosoever, uma revista eletrônica para gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros “CRENTES”. Essa não é uma revista para cristãos que lutam contra tendências homossexuais, mas para que gays possam se sentir confortáveis e tranqüilos com seu pecado e, ao mesmo tempo, professar uma fé pretensamente evangélica.


Yancey diz:

Tenho freqüentado igrejas gays e lésbicas e fico triste que a maioria das igrejas evangélicas não tenha espaço para os homossexuais. Encontrei cristãos maravilhosos e comprometidos nas igrejas ICM (Igreja Cristã Metropolitana, uma denominação que defende o estilo de vida homossexual evangélico). Eu queria que as outras igrejas se beneficiassem da fé desses cristãos gays.

Durante anos, Mel White foi um dos meus amigos mais íntimos antes que ele me revelasse sua orientação sexual (A propósito, ele ainda é meu amigo.)… Quando as pessoas me perguntam como é que consigo manter amizade com um pecador como Mel, respondo perguntando como Mel consegue manter amizade com um pecador como eu. Mesmo se eu concluir que toda conduta homossexual é errada, como querem muitos cristãos conservadores, sou compelido a responder em amor.

No que se refere a assuntos de doutrinas, como a ordenação de pastores gays e lésbicos, fico confuso… Francamente, não sei a resposta para essas questões... Obviamente, se uma igreja está dizendo que você precisa abandonar a orientação sexual, essa igreja precisa receber educação. Já estive em igrejas gays e lésbicas cujo fervor e compromisso deixariam a maioria das igrejas evangélicas mortas de vergonha.

Em outra entrevista igualmente reveladora ao site Interference, de fãs da banda U2, YANCEY RESPONDEU QUE SEU AUTOR FAVORITO É FREDERICK BUECHNER. Buechner é pastor e teólogo da PCUSA, denominação presbiteriana liberal dos Estados Unidos. Essa denominação faz casamento entre homossexuais.


Buechner declarou: “Dizer que moralmente, espiritualmente e humanamente a homossexualidade é sempre má parece tão absurdo quanto dizer que nos mesmos termos a heterossexualidade é sempre boa, ou vice-versa”.


Mel White, pregador homossexual, amigo de Yancey, dirige o grupo homossexual "evangélico" radical Soulforce, que faz pressão para que instituições evangélicas abandonem suas posições bíblicas e aceitem os homossexuais, que se dizem convertidos sem abandonar o homosexualismo.


Andy Comiskey, ex-homossexual convertido ao cristianismo, que dirige um ministério de resgate para pessoas que desejam abandonar o homossexualismo, diz:

“Yancey, apresentou White em seu livro What’s So Amazing About Grace?, exibindo White e sua amizade com ele como exemplo forte da graça de Deus. Embora o autor não abrace todas as escolhas de White, Yancey dá destaque a um homem que se tornou o mais influente "cristão" gay de nossa época. Inadvertidamente, o autor cria uma ponte maligna entre um falso profeta (White) e milhares de leitores que estão buscando clareza na área da homossexualidade." Talvez o fato de que Yancey tenha incluído White em seu livro seja exemplo de alguém que “se introduziu com dissimulação (falsidade)” em nosso meio a fim de “transformar em libertinagem a graça de nosso Deus.”


“Porque se introduziram alguns, que já antes estavam escritos para este mesmo juízo, homens ímpios, que convertem em dissolução a graça de Deus” (Judas 4).


Yancey minimiza as MUITAS PASSAGENS das Escrituras que identificam a atividade sexual fora do contexto da relação matrimonial, ordenada por Deus entre um homem e uma mulher (Gênesis 1.27-28; 2.24), como sendo pecaminosa. Ele diz o seguinte: “Existem ALGUMAS PASSAGENS das Escrituras que me dão apoio." Indagado sobre como os demais cristãos evangélicos desenvolvem uma atitude de graça (senão de aceitação) em relação aos "cristãos" gays e lésbicas, Yancey responde: “A única maneira é através de uma denúncia pessoal… os conservadores que desaprovam deveriam ter contato com essas pessoas (gays "crentes"), e vice-versa." Aliás, Yancey encoraja os cristãos a que tolerem essas práticas pecaminosas entre os cristãos professos, tendo o que ele chama de “contato” com as mesmas em vez de confrontá-las, desaprovando-as.

Os comentários de Yancey contra os ensinos da Palavra de Deus o tornam culpado, conforme a admoestação de Judas 4: “Porque se introduziram alguns, que já antes estavam escritos para este mesmo juízo, homens ímpios, que convertem em dissolução a graça de Deus, e negam a Deus, único dominador e Senhor nosso, Jesus Cristo." De duas, uma: Yancey ou não está equipado ou então está de má vontade para articular a clara visão de Deus sobre esse item moral e, como resultado, está dando falsa esperança espiritual e conforto àqueles que se encontram em perigo de sofrer o mesmo julgamento dos seus ancestrais orientados nesse tipo de sexualidade, conforme Judas 7: “Assim como Sodoma e Gomorra, e as cidades circunvizinhas, que, havendo-se entregue à fornicação como aqueles, e ido após outra carne, foram postas por exemplo, sofrendo a pena do fogo eterno” (“Take Heed” Ministries, 05/07/2004).

O Pastor Gary Gilley, da Igreja Southern View Chapel (USA), escreve: “Yancey tem um defeito fundamental, que predomina em todos os seus escritos: Ele não coleta os seus pensamentos e princípios das Escrituras… O grave defeito de não embasar os seus conceitos nas Escrituras ocasionalmente o leva a desviar-se. Yancey não sabe a diferença entre tolerância e arrogância; entre graça e licenciosidade; entre audácia e impiedade. Conforme a definição de Yancey, João Batista e Elias estavam entre os homens ‘grosseiros’; contudo, parece que Deus não pensava assim… Certamente Jesus amava e gastava tempo com as prostitutas, porém sempre as convocava ao arrependimento [mudança de vida], não aprovando a sua maneira de viver. O método de Yancey de lidar com um homossexual, o qual também é um líder de igreja, pode lhe parecer ‘graça’, pode se assemelhar ao que Jesus faria, porém está claramente fora de sintonia em relação aos ensinos e exemplos das Escrituras” (Fonte: Review of “What is Amazing About Grace?”, 10/07/1990). [Nota da tradutora: Quando Jesus perdoou a mulher adúltera, Ele lhe disse: “Vai-te, e não peques mais” (João 8:11).].

36 comentários:

Diogo Carvalho disse...

Lamentável!
Quando duas linhas partem juntas mas não estão paralelas, um grau que seja de inclinação representará milhares de metros no final.
Se a Bíblia não for o ponto de partida, daqui a pouco nem se consegue lebrar dela.

Márcio e Vivi Senna disse...

Realmente acho que Yancey não foi nem um pouco feliz nas suas colocações. Totalmente equivocado!
Ganhei este livro mas não consegui ler todo pois achei absurdo!

Breno disse...

Yancey é uma jóia rara, poderoso nas suas reflexões, porque no fundo no fundo o que ele nos mostra é que Deus não é mesquinho, é complexo, grandioso, não está aí pra condenar. Não se trata de uma porcaria evangélica brega e sem qualidade como por exemplo Max Lucado ou outros escritores que muito pouco procuram refletir sobre a graça de Deus e que estão é muito preocupados com seus bolsos. Estes são o catchup d que eh composto o meio evangélico

BeA disse...

Breno, obrigado pelo comentário, mas você leu o artigo acima??!!

Breno disse...

Sim, li. Os livros "Maravilhosa Graça", junto com "O Jesus que Nunca Conheci", tb do msm autor, e "Janelas da Alma", do Ken Gire, pra mim são os livros que conseguem atingir melhor algo do divino. Os evangélicos precisam entender que Deus não é mesquinho. A Bíblia não pode ser tida como a palavra de Deus, porque se isto fosse verdade, então Deus seria d fato mesquinho, desequilibrado, vaidoso ao extremo, destruidor, perverso e dissimulado: a biblia so eh bela nos quatro evangelhos. Yancey parece querer dialogar com estes 4 evangelhos acima do resto, pois eles são o q há de grandioso e divino ali, porque falam de amor.

BeA disse...

Breno, você está totalmente equivocado a respeito da Palavra de Deus! Foi o próprio Jesus que disse sobre a Lei no primeiro Evangelho [Mt. 5.17-19] - o Torá das "Sagradas Escrituras" que Ele citava e usava:"Não pensem que vim abolir a Lei ou os Profetas; não vim abolir, mas cumprir. Digo-lhes a verdade: Enquanto existirem céus e terra, de forma alguma desaparecerá da Lei a menor letra ou o menor traço, até que tudo se cumpra. Todo aquele que desobedecer a um desses mandamentos, ainda que dos menores, e ensinar os outros a fazerem o mesmo, será chamado menor no Reino dos céus; mas todo aquele que praticar e ensinar estes mandamentos será chamado grande no Reino dos céus."

O que você chama de "mesquinho", Jesus valorizava. Confesso que eu duvido até sua fé... que seja genuína. Um cristão de verdade jamais teria uma visão assim da Palavra de Deus, mas um "cristão" nominal, um membro de uma seita, um teólogo liberal, um falso convertido teriam. Sugiro que obedeça o imperativo de 2 Co. 13.5, Breno: "Examinem-se para ver se vocês estão na fé; provem-se a si mesmos. Não percebem que Cristo Jesus está em vocês? A não ser que tenham sido reprovados!" Abraço.

Breno disse...

BeA, então não sou cristão, graças a Deus, se esse é o problema. Ora, Jesus cita essa passagem mas devemos olhar pra pratica dele pelo q ficou relatado. E so em estabelecer nova ordem, baseada no perdão e no amor, a do Cristianismo, entao não me venha com essa de que ele veio confirmar o velho testamento não , porque isso eh uma furada, ele ali exerceu o papel de Deus-homem. Já no velho testamento so se vê um Homem-deus, um suposto deus que pra mim não passa de uma representação mal-feita do que poderia ser Deus. Basta ver que esse deus manda exterminar o mundo com o diluvio (depois ainda se arrepende, rs), e Sodoma e Gomorra, em virtude do mal, do pecado, q assolava estes lugares. Veja-se: deus queria limpar o mal através do mal?! Mas, prosseguindo, te pergunto entao: e as crianças de Sodoma?! e as crianças da Terra no periodo de Noé?! resposta extraída da dita palavra de deus: foram assassinadas por deus. Deus certamente está mt acima da Biblia, bem como do Alcorão , bem como de qualquer livro religioso pertencente às religioes de grande escala

BeA disse...

Então, Breno, você admite não ser cristão, né? Só queria ter certeza com quem estamos lidando. Se você fosse somente um pouquinho alfabetizado, biblicamente falando, você veria facilmente que não há incoerência alguma entre Jesus e o DEUS [não "deus", como você desprezadamente escreve] da Bíblia inteira. De fato, Jesus vai mandar pessoas que afirmam conhecê-lO pro inferno, sabia? De novo, Mateus 7.21-23 diz: "Nem todo aquele que me diz: 'Senhor, Senhor', entrará no Reino dos céus, mas apenas aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: 'Senhor, Senhor, não profetizamos em teu nome? Em teu nome não expulsamos demônios e não realizamos muitos milagres?' Então eu lhes direi claramente: Nunca os conheci. Afastem-se de mim vocês, que praticam o mal!"

Em Lucas 13.1-5 Ele diz: "Ora, naquele mesmo tempo estavam presentes alguns que lhe falavam dos galileus cujo sangue Pilatos misturara com os sacrifícios deles. Respondeu-lhes Jesus: Pensais vós que esses foram maiores pecadores do que todos os galileus, por terem padecido tais coisas? Não, eu vos digo; antes, se não vos arrependerdes, todos DE IGUAL MODO perecereis. Ou pensais que aqueles dezoito, sobre os quais caiu a torre de Siloé e os matou, foram mais culpados do que todos os outros habitantes de Jerusalém? Não, eu vos digo; antes, se não vos arrependerdes, todos DE IGUAL MODO perecereis." Aliás, Deus julga agora e julgará depois da nossa morte. Como Paulo, pergunto: "Mas, ó homem, quem és tu, que a Deus replicas? Porventura a coisa formada dirá ao que a formou: Por que me fizeste assim? Ou não tem o oleiro poder sobre o barro, para da mesma massa fazer um vaso para uso honroso e outro para uso desonroso?"

Então, Breno, você obviamente tem problemas em aceitar o Deus da Bíblia. Já que Jesus é, como você disse, "Deus-homem", você tem problemas em aceitá-lO como Ele se revelou. Obviamente nunca reparou esses versículos, porque eles contrariam o ídolo que você criou na sua mente sobre como Deus/Jesus DEVERIA ser.

Finalmente, já que todos nós fomos concebidos no pecado - Salmo 51.5 - não houve, não há e não haverá criancinhas "inocentes".

Breno disse...

pois é, agradeço por ter me mostrado o lado contraditório de Jesus, o lado homem dele, que nunca é ressaltado por ninguém... mas a pergunta fica no ar: quem matou as criancinhas do período Noé? quem matou as criancinhas de Sodoma? esse monstro, q a biblia relata como tendo criado tb o anjo Luz e Fé (q depois vai trair o imbecil que o criou e ainda vai parar no Édem com o aval não se sabe de quem...rs), vai se arrepender de seus vastos pecados??? isso sim me interessa nessas historinhas cheias d furos da biblia

BeA disse...

Breno, você é homossexual? Talvez parece estranho minha pergunta nesta altura do campeonato, mas sua indignação com o Deus da Bíblia revela um problema mais profundo: a tentativa de justificar algum tipo de pecado que esse DEUS condena. Sobre suas perguntas, eu repito Paulo: "Mas, ó homem, quem és tu, que a Deus replicas?" Deus não deve uma explicação para Seus atos soberanos E SANTOS a ninguém, especialmente a uma criatura arrogante como você.

Breno disse...

arrogante eu?! rs arrogante é vc q me insulta em nome de um deus q não se garante e precisa de bajuladores que não refletem sobre o q creem como vc. Bom , sobre a pergunta acerca de minha intimidade, faço outra: os filosofos e historiadores são gays?! sim , pq se ser gay é ser sinônimo de contestação e inteligência... então... agora, q culpa eu tenho se Deus me fez inteligente? estou pecando por comer o fruto do conhecimento?! não, claro q não, afinal, se o mundo é redondo e colorido, por que ve-lo então por um viés quadrado e preto-e-branco?

BeA disse...

Você é arrogante porque você, mera criatura, atreva cobrar seu Criador. Sua "resposta" à minha pergunta sobre sua "intimidade" confirma, na minha mente, seu problema com o DEUS da Bíblia: Ele chama sua escolha pecaminosa de "abominação" e garante que você não herderá o Reino de Deus se você não abandonar seu estilo de vida pecaminosa e clamar pela misericórdia dEle, expressa no sacrifício de Cristo na cruz pelos nossos pecados.

Mais uma coisa. Para Deus você é idiota - Salmo 5.5 - porque você O nega como Ele é... como Ele se revelou nas Sagradas Escrituras. Aliás, você é "ateu" na prática, que é tolice total.

Breno disse...

olha, certamente não irei pro inferno, pois não penso como vc, procuro pensar grande, conforme disse acima, faça isso também e se liberte do seu inferno de pequenes. Abominação é a sua crença, que é covarde o bastante pra mandar muita gente, inclusive os homossexuais, pra fogueira ou pras valas dos campos de batalha para colonização dos povos mais fracos belicamente. Já disse, creio num Deus perfeito, grandioso e belo, que não se amesquinha! e não numa representação mal-feita! e puxa vida, como vc é ignorante, além de bajuladora, pois querer me chamar de ateu depois do que foi dito aqui é brincandeira de mal gosto e revela seu analfabetismo funcional. Grande parte de vocÊs evangélicos são como islâmicos fanáticos, verdadeiros porcos pros quais não se deve jogar jóias como as que jogo aqui, como as que joga o corajoso Yancey. A minha luta não é contra Deus, e Ele sabe disso, é contra as representações arbitrariamente criadas pelas religiões grandes pra dominar os povos em nome dele. Isso sim é grave e vc faz parte disso!
BeA, aprenda uma coisa: é muito mais mole ser religioso, colocar um livro debaixo do braço e repetir o q te disseram na Igreja e ter uma vida cheia de certezas do que criar suas próprias verdades, as quais se deduz da prática da vida diária, do bom senso, da dúvida e da reflexão inteligente e sábia sobre a vida. Isto sim é um grande desafio! pois o mundo não é quadrado e preto-e-pranco, é redondo e colorido! lembre-se disso

BeA disse...

Talvez você não vá - se converter-se ao cristianismo BÍBLICO através do arrependimento e fé antes de morrer - mas está no caminho largo para a perdição por causa das suas violações da Lei de Deus. 1 João 3.4 afirma, "Todo aquele que pratica o pecado transgride a Lei; de fato, o pecado é a transgressão da Lei." E já que a pena por pecar/violar a Lei é o inferno [Ro. 6.23], você está indo pro inferno, sim!

O problema com o seu "deus" é que ele só existe na sua mente. O que eu acho interessante é como você gosta tanto do Philip Yancey. O fato que um ignorante bíblico admira Yancey tanto revela mais sobre a linha dele do que qualquer outra crítica feita por teólogos sérios.

"Criar suas próprias verdades"? Tolice pura, Breno, porque "verdade" não se cria... se descobre. Paulo deveria ter tido seu comentário em vista - se isso fosse possível - quando ele escreveu na sua carta aos romanos:

"Pois do céu é revelada a ira de Deus contra toda a impiedade e injustiça dos homens que detêm a verdade em injustiça. Porquanto, o que de Deus se pode conhecer, neles se manifesta, porque Deus lho manifestou... porquanto, tendo conhecido a Deus, contudo não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças, antes nas suas especulações se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu. Dizendo-se sábios, tornaram-se estultos... Por isso Deus os entregou, nas concupiscências de seus corações, ã imundícia, para serem os seus corpos desonrados entre si... Pelo que Deus os entregou a paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural no que é contrário ã natureza; semelhantemente, também os varões, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para como os outros, varão com varão, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a devida recompensa do seu erro."

Breno disse...

isso aí!! vc entende tudo da bíblia, arrota esse monte de versículos pra se esconder covardemente do bom-senso em nome de uma certeza de que terá garantido o seu pedacinho reservado no Céu! Isso, BeA, só mostra o quanto vc é mesquinha e hipócrita e não conhece de amor, de perdão, de Jesus, pois já até sabe qual será o seu destino e o meu tb. Saiba vc que não passa de pobre criatura tão pecadora quanto qualquer outra, entao não fale pelo Criador, q pega mal, vc é reles mortal, merecedora de misericordia! Yancey riria de suas frases de condenação, assim como rio eu tb. Está uma crente aplicada, de mãos dadas com os islâmicos,hindus, e judeus fanáticos! é por isso que Nietszche certa vez disse: "No Céu, as pessoas mais interessantes não estarão".
Pessoas como você, que constituem 90% das pessoas dessas religiões só servem pra me dizer uma coisa, para o caso da igrejas: JESUS CRISTO MORREU NA CRUZ E OS FARISEUS RESSUSCITARAM

BeA disse...

Breno, acho que estamos chegando ao fim deste papo, né? Eu cito a Bíblia para mostrar meu respaldo bíblico - inclusive, palavras do próprio Jesus. De você eu só ouço "opiniões" sem base bíblica alguma. Este blog é direccionado ao público evangélico - para acordá-lo. Portanto, nosso debate está fora do contexto, não acha?

Quando você quiser dialogar utilzando a Bíblia, teremos algo para discutir. Você está cheio de "achismos" enquanto a Palavra de Deus, que Jesus apoiava 1OO%, derrubou, derruba e derrubará todos seus argumentos humanistas, egoistas, orgulhosos, etc. Até começar utilizar a Bíblia para sustentar sua cosmovisão, teremos nada a discutir. Tchau!

suyane disse...

POxa, que interessante vim "parar" justo nessa discussão, sem querer!!!
Mas foi válido! rsrs
Devo aplaudir Bill e Aida, mesmo não sabendo qual dos dois foi tão persistente em tentar mostrar o caminho para uma alma perdida e confusa.
Eu teria desistido mais rápido!
Como disse Festo a Paulo, claro, em outro contexto: as muitas letras te fazem delirar.
Essa criatura está mais perdida que cego em tiroteio, aliás, ela está onde quer está. O pior cego é aquele que não quer enxergar! Procurando um evangelho fácil que aceite e justifique o seu pecado. Eu desconfiei no primeiro comentário que ele seria um homossexual.
Até tinha alguma consideração por Yancey, mas depois deste texto, é para repensar os meus gostos.
E para encerrar o meu comentário. É incrível como Nietszche faz tanto sucesso entre esses que se acham tão inteligentes. Ele foi um desviado, filho de pastor e morreu louco. Serve de referencia para alguém? Pra mim não serve. POde falar as mais belas citaçãoes, não passarão de palavras vazias que não transforma. Agora Jesus, com um juízo perfeito, não pode nem ser mencionado nas universidades sob pena de sermos tachados de religiosos. Mesmo dizendo que quem tivesse sede, que bebesse da sua fonte pois nunca mais teria sede.
Sugiro ao Bruno parar de beber de outras fontes!

BeA disse...

Valeu, Suyane! Sim, o Breno aparentemente está querendo um "evangelho" e "deus" ao seus gostos. Ele não chegou afirmar, ao meu entender, ser homossexual, mas seria uma boa explicação por sua criação de um "deus" anti-bíblico.

Eu também gostava do Yancey numa época, mas ou ele mudou ou eu mudei... ou talvez os dois. Kkkkk! Eu não tinha conceitos firmes em algumas áreas; portanto, não via os problemas com a teologia dele que eu vejo hoje. Temo que há muitos cristãos - e até, no caso do Breno, não cristãos - com o mesmo problema.

Eu achei interessante o uso de Nietszche como referência pelo Breno, enquanto em nenhuma altura da discussão ele citava a Bíblia! Dá para ver de onde ele tira sua "teologia", né?

Valeu a reflexão, Suyane. Valeu, mesmo!

Abração.

Breno disse...

Peço que revejam as criticas contidas nos meus comentários anteriores e constatem q quando falo , estou respaldado nas historias bíblicas, e nada mais. Assim como o faz também o grande José Saramago acerca da narrativa bíblica. Ora, o Cristianismo é opressor e obscurantista, conforme nos mostra a história. Graças a Deus, a Igreja não tem mais poder. E pensadores como Nietszche se sobressaem, já que seu pensamento não é anuviado e sem lógica alguma, como o pensamento de um religioso, que se assemelha ao de uma crinça ingenua. Mas digo o seguinte, eu li a Bíblia, afinal sou pesquisador CNPq desse assunto sobre religiao e sexualidade, junto d minha namorada (não, não sou gay, mas não tenho nada contra eles, que mt enriquecem meu dia-dia na Universidade e fora dela) nas ciencias Humanas e Filosofia.
Mas vcs por acaso leram Nietszche? eu ja li a biblia! eu sei do que estou falando! estudo filosofia, sou pesquisador CNPq, e vcs?! afinal, importa mais o q se constroi no trabalho e na vida do que o q se faz na cama, que é o q tanto preocupa vcs, não eh verdade? ja estudaram Nietszche? ja foram ter com os filosofos e historiadores de qualidade pra ver o q pessoas como vcs foram capazes de fazer debaixo da mesma fé por tantos séculos de colonização, inquisição e escravidão e continuam a fazer até hoje?!

BeA disse...

Como eu já falei, Breno, aqui não é o lugar para essa conversa, mas eu vou responder suas perguntas. 1. Ler/estudar Nietszche? Ele se desqualificou como pensador sério quando negou a existência de Deus, que é tolice. 2. O que alguém faz na cama nos preocupa tanto? O que preocupa a Deus não deveria no preocupar também? 1 Cor. 6.9-1O diz que nenhum fornicador - como você - nenhum adúltero e nenhum homossexual ativo ou passivo herdarão o reino de Deus.

Tomara que você aproveite ao máximo esta vida, porque só vai piorar depois dela. Que tal usar sua inteligência em prol da verdade em vez do seu pai, o diabo?

Breno disse...

ta vendo?! não leu nada além da bíblia, a qual li tb! vocês evangélicos são uma comédia. Deus tenha misericordia de tanta pobreza de pensamento...

BeA disse...

De novo, você presupôs que não lemos nada além da Bíblia só porque perdemos nosso tempo com o que Deus considera "tolo": "O tolo diz no seu coração não há Deus" [Sl. 14.1]. A propósito, Breno, sua "leitura" da Bíblia não te ajudou em nada porque, como Jesus disse, "Mas quem ouve estas minhas palavras e não as pratica é como um INSENSATO que construiu a sua casa sobre a areia. Caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela caiu. E foi grande a sua queda." Aliás, sua "casa de aréia" está prestes de desmoronar e lançar você no lago de fogo, cara!

Breno disse...

olha, indo pro lago de fogo ou pro mármore do inferno, é certo q haverá uma festa de arromba lá! gente idiota lá não estará! inshalá!

BeA disse...

Festa? Se você considerar ouvindo os gritos dos seus amigos "confraternização", vá em frente! No entanto, este "idiota" vai estar no Reino de Deus!

Juanrpc disse...

Confesso que estou abismado com essa postagem. Não sou grande conhecedor de Philip Yancei, estava apenas começando a ler "Maravilhosa Graça". Não estou aqui para enriquecer o debate. Simplesmente apoio os comentários de Bill, porque estão amparados em uma correta teologia bíblica. Compreendo a linha de raciocínio do Breno, porque um dia também pensei como ele, e deixei a Deus para viver meu próprio caminho e conceito sobre o divino. Entretanto, minha experiência pessoal revelou o quanto nos afastamos de fato do Deus vivo quando nos apoiamos em convicções humanas. O fato é que Deus não é homem. Como as escrituras falam, seus caminhos são maiores e seus pensamentos mais altos. É fato que a homossexualidade pode ser uma tendência em algumas pessoas, até por questões hormonais, o que não anula o fato de ser abominação para Deus. O que ocorre atualmente é que, conforme a narrativa de Paulo, a homossexualidade tornou-se um ato de mera rebelião, oriunda de estruturas familiares destruídas e de falsas convicções. O homossexual deve ser amado e respeitado em sua escolha, mas a sua conduta o levará ao abismo, tanto na terra como no porvir, por esse motivo deve ser exortado ao arrependimento.
Ainda assim, a despeito de Yancey ter se desviado da sã doutrina, não devemos anular a graça de Deus que se revela em uma atitude de misericórdia através sua morte, que nos deu a oportunidade de sermos transformados e vivermos em dependência Dele!

Breno disse...

Juanrpc, a religião é para os covardes! saia do pensamento religioso e aprenda com o diferente, que nessa conversa é representado pelos homossexuais. Mas podiam ser os indígenas em suas múltiplas formas de cultura, podiam ser as mais variadas tribos africanas, podiam ser as pessoas com sindrome de down, os deficientes fisicos, os umbandistas, espíritas, católicos, etc, podiam ser seus vizinhos, seus amigos roqueiros, seus colegas admiradores de musica classica ou de MPB, enfim não faça do "outro" um fardo, mas aprenda com ele, pq isso sim são os "caminhos maiores" e os "pensamentos altos" pra que finalmente possamos alcançar uma forma profunda e rica de convivencia uns com os outros. Afinal, é muito facil, muito facil mesmo, Juanrpc, andar vestido com uniforme e ainda querer que os demais ao redor andem assim tb. Uniforme é para militares, doentes e internos. Nisto não há beleza alguma, é um atentado à inteligência e à diversidade cultural

BeA disse...

Breno, o que você faz com a afirmação do Jesus que você supostamente acha legal: "Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim" [João 14.6]? Eu e Juan achamos O CAMINHO estreito que leva a vida eterna. Você está propondo que voltemos andar no caminho largo que leva à perdição? Já peguei a saída desse caminho para pegar outro. Por que voltar atrás, especialmente quando sua proposta o levará ao castigo eterno!

Gil disse...

Faz tempo que leio Yancey e faz tempo que seus livros causam polêmica. Mas é precipitado fazer afirmações do tipo "Quem bebe da fonte suja que Yancey oferece em seus livros certamente terá sérios problemas espirituais e, no final, se afastará de Deus". São justamente as pessoas mais feridas pela Igreja que conseguem ver renovadas suas esperanças de um relacionamento com Deus qdo leem seus livros. É possível que ele cometa enganos em suas afirmações, mas chamá-lo de "falso profeta" revela total ignorância a respeito dele e do que ele escreve. Qualquer um que lesse o livro de Eclesiastes, por exemplo, desconectado de toda a Bíblia, poderia chamar o autor de herege... Mas o livro tá na Bíblia e é a Palavra de Deus...
Qto ao Breno, me parece que ele já foi cristão algum dia. Seus questionamentos e argumentos são de alguém profundamente decepcionado com a Igreja (isso é apenas uma suposição). De qualquer maneira, é para pessoas como vc, Breno, que Yancey escreve. "O Jesus que eu nunca conheci" é um dos melhores, se não o melhor, livros que já li.

BeA disse...

@ Gil: Como todo falso mestre [de propósito ou não], Yancey mistura a verdade com a mentira. Além do mais, ele é jornalista e não teólogo. Portanto, seus leitores deveriam ler com muito cuidado suas explicações "bíblicas/teológicas". Ao meu ver ele perdeu sua credibilidade com suas colocações no trecho que eu postei.

[Esse trecho está fora do contexto? Mostra-me, então, onde ele contrariaria suas colocações, e eu vou colocar uma retração aqui.]

Portanto, o trecho que eu postei aqui claramente demonstra as "mentiras" que Yancey ou assimilou ou desenvolveu a respeito do movimento "gay evangélico". Querendo ou não, Yancey foge do claro ensino das Escrituras, até negando a necessidade de arrependimento desse pecado chamado "a prática do homossexualismo" e a mudança de "orientação" sexual implícito em 1 Co. 6.11: "Assim foram alguns de vocês. Mas vocês foram lavados, foram santificados, foram justificados no nome do Senhor Jesus Cristo e no Espírito de nosso Deus."

Será que um homossexual pode genuinamente converter-se sem abrir mão de um comportamento explicitamente condenado na Bíblia? Não. Com certeza esses "evangélicos gay" tiveram algum tipo de experiência religiosa, mas sem dúvida não chegou a ser uma conversão genuína. Em outras palavras, Yancey está comparando maças com ervas daninas, tentando convencer seus leitores que suas plantinhas de terra rochosa e/ou espinhosa se comparam às plantas de terra boa. Mas como disse Jesus, "Assim, pelos seus frutos vocês os reconhecerão" [Mt. 7.20]!

Breno... "já foi cristão algum dia"? Impossível, segundo 1 Jo. 2.19: "Eles saíram do nosso meio, mas na realidade não eram dos nossos, pois, se fossem dos nossos, teriam permanecido conosco; o fato de terem saído mostra que nenhum deles era dos nossos." Se você quisesse que Breno seja verdadeiramente salvo, eu não recomendaria os conselhos de um autor que maneja a Palavra da maneira que Yancey a faz. Ele é capaz de encorajar que Breno fique como está e juntar-se a uma igreja de "intelectuais questionadores" [i.e., desprezadores]. Afinal, a graça de Deus, segundo Yancey, engloba tais pessoas também... como ela engloba os do movimento GLBTS.

Verdadeiramente triste.

Peregrino disse...

Ok. O seu ponto de vista da bíblia não quero discutir. É o seu ponto de vista, e particularmente digo que nada tem do amor de Deus, e esse é também o meu ponto de vista. Mas vou advogar por Yancey, que é tão mal interpretado pela religiosidade de quem escreveu esse texto.
Os livros de Yancey tem o intuito de nos fazer pensar, refletir sobre nossa fé segundo a Palavra de Deus e a necessidade que o homem tem de Deus. Yancey nos faz pensar nas leis da torá que o Cristo rejeitou; no homem junto com o Cristo na cruz, que mesmo sem pronunciar o arrependimento foi salvo. No Cristo que quebrou regras por amor ao homem. No Cristo que se irou, que sentiu raiva mesmo, pelos homens que usurpavam seus fies e usavam a casa de Deus como mercado. Yancey quando diz que os lideres Cristãos deveriam sentar a mesa com os homossexuais, é para fazer o mesmo que o Cristo fez em sua peregrinação. Ele andou no meios dos rejeitados pela sociedade, sem condená-los, sem julga-los, mas para conhecê-los de verdade, e fazê-los pensar sobre si mesmos. Jesus foi amigo dos pecadores. “Não há maior amigo do que aquele que dá sua própria vida pelo seu amigo”. E o Cristo deu sua vida por você que escreveu esse texto, pecador tanto quanto(talvez não como) eu, um Deus que ama o homem acima de todas as coisas. Duvido muito que já tenha sentado com um homossexual, sem querer condená-lo, sem pensar que diante de vc esta um homem mais pecador do que vc mesmo. Mas sim para escutá-lo, para ouvir o que ele tem a dizer, para chorar com ele, e ser seu amigo se possível. Repito, Jesus era e é amigo dos pecadores, ele sentou a mesa com eles para beber e conversar.
Pq será que o Cristo em pessoa, em sua onisciência, não falou nada sobre o homossexualismo? Se ele condenava ou não, ele poderia os dizer algo. Não é um assunto de pouca importância para deixar para seus apóstolos. Talvez ele tenha desejado estimular nossa Graça, e dizer para nós, não julguei ao seu proximo mas simplesmente ame. E não venha me falar que não era um assunto da época, pois o homossexualismo lá era tão comum como aqui.
Mas Yancey deseja em seus livros fazer muito mais perguntas do que tentar da respostas. Respostas que alguns escritores Cristão dão tão rapidamente segundo seus julgamentos próprios.
Acorde, despertem! O mundo morre enquanto alguns cristão estão tão preocupados se vão ou não pro céu. Isso é ridículo. Nossa mente deve-se voltar para os que perecem nesse mundo, em ama-los de verdade, não um amor impessoal, daquele tipo que “eu te amo e vou orar por vc” mas nunca mais olha a cara da pessoa. O Cristo nos convida a chorar com os que choram. A olhar o ser humano que sofre antes de olhar o pecado.
Penso que se o Cristo abominasse inflexivelmente o homossexualismo ele iria em pessoa nos deixar algo sobre isso nos evangelhos.
Não sou homossexual. E sou cristão. E não sei se Deus condena o homossexualismo mais do que condena o mentira, o calunia, o orgulho, a inveja, e o falar e agir sem pensar nas conseqüências(Marcos 7.22). Mas digo, cansei dessa visão sem a Graça do meu Deus.
Que o amor de Deus os faça pensar melhor sobre isso. Que a Graça de Deus entre em seus corpos como o ar que respiramos, e que entendam que o que o mundo precisa é do amor sem reservas dos filhos de Deus.

BeA disse...

Resposta para Peregrino - parte 1

Peregrino: "...no homem junto com o Cristo na cruz, que mesmo sem pronunciar o arrependimento foi salvo"? Você não acha que o arrependimento estava implícito no seu pedido de ser lembrado por Jesus?

Peregrino: "...mas para conhecê-los de verdade"? Jesus, Deus-homem, precisava gastar tempo com pecadores para fazer isso? Acho interessante como muitos concluem que Jesus não falava contra os pecadores com os quais Ele gastou tempo. Ele os ensinava, e tal ensino com certeza deixava claro que Ele não aceitava seu pecado. Mc. 2.15-17 diz que os publicanos e prostitutas O seguiam, que implica arrependimento. Mt. 21.32 diz que eles creram na mensagem de João Batista - que era uma mensagem de arrependimento do pecado. Para não enxergar isto é "cegueira voluntária"!

Peregrino: "...um Deus que ama o homem acima de todas as coisas"? Seu respaldo bíblico para afirmar tal amor seria...? Seu problema é seu "antropocentrismo", Peregrino. Deus ama a si mesmo acima de tudo; se não fosse assim, Ele seria idólatra, amando algo menos do que Deus. Além do mais, já sabia que Deus não ama o pecador como "pecador individual"? Leia Sl. 5.5 e 11.5 para abalar seu castelo teológico de aréia.

Pessoalmente, já sentei e sento com homossexuais - como amigos. Eles sabem muito bem que eu não os apoio no seu pecado, mas conversamos. De fato, esses amigos homossexuais são homens tentando viver vidas santas diante de Deus; nem sempre conseguem, mas estão tentando. Tenho pouca paciência, porém, com aqueles que tentam impor seu pecado na sociedade e na Igreja - os do movimento gay e os da chamada "igreja evangélica gay". Repito: Jesus só sentou à mesa com pecadores arrependidos ou aqueles que Ele chamava ao arrependimento. Jesus não praticava o "evangelismo por amizades" tão popular hoje em dia. Não tinha tempo para tal!

Peregrino, você disse para não dar a seguinte explicação, mas suponho eu que Jesus não falava sobre o homossexualismo pq Ele estava inserido na cultura judaica, que condenava veementemente a prática, segundo Lv. 18.22 e 20.13. Aparentemente não era uma prática comum naquela sociedade; portanto, não havia a necessidade de falar a respeito. Paulo, por outro lado, lidava com cidades pagãs onde a prática homossexual era mais óbvia. Por isso ele comentava sobre esse pecado em Ro. 1.26-27, 1 Co. 6.9 e 1 Tm. 1.10.

Peregrino: "O mundo morre enquanto alguns cristão estão tão preocupados se vão ou não pro céu"? Eu sou um cristão que não está preocupado mais sobre essa questão porque estou me beneficiando do sangue de Jesus derramado na cruz. Mas eu estou altamente preocupado sobre a sua alma e a de cada pecador que insiste em viver uma vida contrária à Lei Moral de Deus. 1 Jo. 3.4 diz que o pecado é a transgressão da Lei; Ro. 6.23 diz que a conseqüência do pecado é a morte [eterna].

BeA disse...

Resposta para Peregrino - parte 2

Peregrino: "...não sei se Deus condena o homossexualismo mais do que condena o[sic] mentira, o[sic] calunia, o orgulho, a inveja..." Concordo! Jesus condena O PECADO, ponto final. Mas Ele usa a Lei Moral para que enxergássemos nosso pecado. Lembra-se do jovem rico?

Peregrino, você é simplesmente "mais um" cristão professo que destaca erroneamente o amor e a graça de Deus, sem levar em conta que o Deus do Novo Testamento - Jesus - é o Deus do AT: santo e justo. Esse Jesus falou 25 vezes mais sobre o inferno - diretamente e indiretamente - do que sobre o amor de Deus para com a humanidade [167 versículos x 6 versículos]. Jesus veio a primeira vez para buscar e salvar os perdidos, sim. Mas a segunda vinda vai ser para JULGÁ-LOS [Mt. 7.21-23; 25.31-46]! De repente, seu "Jesus-todo-amoroso" vai se tornar o Leão de Judá diante dos seus olhos. A grande questão: "Você e eu cremos no MESMO Jesus?!" "Meu" Jesus não é simplesmente o "Jesus" de versículos selecionados, mas da Bíblia [sim, Ele apareceu no AT como o Anjo do Senhor] inteira. Além do mais, Hb. 1.9 diz que Jesus ODÉIA O PECADO - que incluiria o homossexualismo, não acha? É para pensar, especialmente uma pessoa supostamente sujeita à Palavra de Deus.

Peregrino: "o que o mundo precisa é do amor sem reservas dos filhos de Deus". Concordo também. Porém, apaziguar as consciências cauterizadas pelo pecado ou bajular aqueles que odéiam a Deus [o significado da palavra "inimigos" em Ro. 1.30] não é a maneira BÍBLICA de demonstrar esse amor. João Batista, Jesus, Pedro, Paulo, etc. chamavam seus ouvintes a um arrependimento - o abandono do seu pecado, que inclui o homossexualismo. A ausência de tal imperativo da sua parte e da parte de Philip Yancey não é amor; é covarde e, no final, odiosa... por deixar o homossexual no seu pecado e, portanto, na sua condenação.

Peregrino, você se considera cristão, né? Temo que, devido ao "evangelho" sendo pregado por aí, que entre 50 e 90% das pessoas nas igrejas evangélicas hoje tiveram algum tipo de experiência religiosa, mas algo que não chega a ser uma conversão genuína. Eu não estou sozinho no meu pessamismo. Se você achar os pontos que eu coloquei aqui "um absurdo", você não é um cristão de verdade. Estou correndo grande risco de te ofender, mas é melhor ficar furioso e buscar a verdade do que ficar tranqüilo e continuar andando na direção da condenação eterna, né? Leia 2 Co. 13.5 e volta a comentar, especialmente sobre meu último ponto. Vejo que vc é do Rio. Podemos até marcar uma conversa "face a face", se quiser. Será um prazer!

Abração!

Gustavo Paulo de Andrade disse...

Infelizmente não tive a oportunidade de ler o Livro do Sr. Yancey. Apenas li um livro dele intitulado "Decepcionado com Deus". Achei o livro maravilhoso e o ponto de vista dele muito me ajudou espiritualmente. Quanto a homossexualidade, se ele realmente é a favor ou fica indeciso quanto a ordenar pastores gays, cabe uma reflexão: Essas pessoas tem a tendência apenas ou estas mesmas pessoas são praticantes assíduos e defendem a prática homossexual?
Eu tenho 21 anos, sou cristão, sinto atração por meninos desde que me entendo por gente, já cheguei a me desviar dos caminhos de Deus, pois as pessoas queriam me obrigar a gostar de mulher e a falar grosso. Porém, sempre tive em mente que a Bíblia é a Palavra de Deus, e na sua inerrância ela deve ser obedecida pelos cristãos e jamais dele ser ensinada de forma errada. Um erro muito comum das pessoas é concordarem com as partes que lhe são fáceis e confortáveis de obedecer, já as mais difíceis são deixadas de lado ou alteradas em significado e interpretação. Isto é um erro gravíssimo. Existem dois aspectos de cristãos no que iz respeito a homossexualidade: existem os que não abrem mão de suas práticas e existem aqueles que abrem mão da prática homossexual. Eu me encontro no segundo grupo. Não obstante o ato de praticar, existe também o cuidado de não alimentar sentimentos e conversas que não edificam: salas de bate papo gays, sites pornográficos, baladas, ect.
Confesso que ninguém é obrigado a casar com uma mulher, a bíblia não obriga. Porém, se apessoa busca levar uma vida de obediência ela deve evitar sim certos locais, certas amizades e certos hábitos. Não obstante, ela deve levar uma vida de oração e de leitura da Palavra.
Não sou hipócrita, é muito difícil levar a vida dessa forma. Mas a vida cristã sempre pressupões abrir mão de si mesmo em prol de algo maior. Quando me vem pensamentos de tristeza e aflição, ou até mesmo quando me sinto atraído por algum rapaz eu peço misericórdia a Deus, peço que ele preencha minha mente com outras coisas, com coisas santas, puras e agradáveis. Só assim é possível levar uma vida que seja correta aos olhos de Deus. Hoje em dia se eu não me alimentar da palavra de Deus e se não orar continuamente, posso me surpreender pensando em algo que não agrada a Deus. Mas isto não é só para pessoas homossexuais e sim para todo ser humano falível, limitado e pecador.

Anônimo disse...

Pelo que eu entendi Yancey ,, não errou em momento nenhum ,,, se Yancey erra em acolher ou abraçar os homossexuais ,, nesse caso Jesus errou em aclher a mulher adultera ,, na realidade pessoas como Yancey ,,Brennan Manning ,, e tantos outros vão sempre incomodar ,, talvez a outra ala ,, que é muito mais nociva e perigosa ,, que é a da Teologia da prosperidade ,, pelo amor de Deus se calar diante do que faz Benny Hinn ,, e o Kenneth Hagin ,, pra se ater com Philip Yancey ,, pelo Amor de Deus meu irmão ,, pega mal ,, abraços

BeA disse...

Gustavo, primeiramente quero pedir desculpas por não ter publicado seu comentário antes. Por algum motivo só o vi agora!

Agora, quero te parabenizar pela coragem de "abrir o jogo" com gente que você não conhece, sem falar na sua visão correta da Bíblia. E seu posicionamento sobre a atração homosexual é exatamente o que eu sempre aconselho que as pessoas façam para lidar com a tentação sexual. Não é fácil, mas se um heterossexual conseguisse fugir da tentação, porque uma pessoa com uma atração homossexual não conseguiria? Eu recomendo que essas pessoas encarem seu chamado como o de ser solteiro, praticando a pureza sexual até Deus ou mudar seu desejo e colocar uma pessoa do sexo oposto na sua vida para ser seu cônjuge ou ficar solteiro. Uma pessoa solteira consegue fazer muito mais em prol do Reino por não ter tantas "distrações" familiares.

Afinal, o que é mais importante. A sociedade nos diz que merecemos "felicidade", e sexo faz parte dela. Deus nos diz que merecemos (ou merecíamos) o inferno e que andar em santidade (separação do pecado e separação para Deus) vale muito mais!

De novo, parabéns, meu irmão!

BeA disse...

Anônimo: Duvido que você volte aqui para ler esta resposta, mas o nome deste blog é "A Sedução do Cristianismo", e você demonstra uma clara sedução por parte de autores provocantes e inteligentes como Philip Yancey.

A diferença entre Jesus e Yancey diante de um pecador é o fato que Jesus percebeu quebrantamento e arrependimento na parte da adúltera. Yancey apoia o homossexual na sua rebelião contra o claro ensino da Palavra. Bem diferente.

Enquanto eu concordo contigo sobre o perigo desses "pastores" da prosperidade, eu sei que nosso blog tenta confrontar as "seduções" mais sutís. Por exemplo, Brenning Manning, que faleceu o ano passado, nunca renunciou o catolicismo. Eu pergunto: O que um herege católico tem a ensinar alguém supostamente com a "mente de Cristo" (2 Co 2.16)?